******
Folha de Óbidos no TwitterFolha de Óbidos no Youtube
sem-pelo

Anuncio

DISCOTECA

Enquete

Sáb, 10 de Dezembro de 2016 10:51

Orgulho de ser fono!

Escrito por Kelliane Lopes
Qualifique este item
(1 vote)
Então um belo dia você acorda formada, saindo para trabalhar na profissão que você escolheu e a qual se dedica com devoção quase religiosa. No caminho de casa para o trabalho, dá bom dia a uma vizinha que cantarolando rega o jardim. Cumprimenta o jornaleiro que grita entusiasmado as notícias do dia enquanto se apressa entre os carros parados no sinal. Em frente à escolinha do bairro a algazarra das crianças ressoa aos ouvidos do mundo. Uma professora caminha alardeada pela calçada e avança pelo meio-fio com equilíbrio acrobático, quase circense.
Na esquina, à varanda de uma casa ampla, em pura sintonia com correria da cidade, uma senhora de vestido floral devora uma fruta que não se revela tamanha a velocidade com a qual é deglutida. Toca no rádio uma canção antiga... e muitas vozes dispersas fazem coro ao artista que não imagina o quanto é imitado.
Chegando ao local de trabalho, a metralhadora de “bom dia” é disparada é só cessa frente à curiosa empolgação da criança que projeta um imenso bico para, entre um “fiu fiu” e outro, dizer com brilho nos olhos: - Tia! Tia! Eu já sei assobiar.
Mais dois passos em direção à porta e um guri escancara uma soberba alegria ao desafiar com um trava-língua carregado de erres vibrantes e rimas criativas... é possível jurar que ele não é autista.
O primeiro paciente do dia só veio dar adeus, agora que fez as pazes com o seio da mãe, não para de mamar nem para um último chorinho de despedida.
O Segundo paciente está atrasado, como sempre atrasado, já consegue lembrar de tudo de antes do AVE... falta agora lembrar de não iniciar outra rodada de conversa sobre futebol com o outro senhor que lhe encontra na recepção, pelo menos não bem na hora da consulta.
Assim o dia vai passando, numa velocidade tão intensa quanto aquela com que se dispersava a atenção desta última paciente quando no início do tratamento. Enfim a hora de voltar pra casa, encerrado mais um dia de trabalho.
Então você se pergunta: - Será que eu fiz a escolha certa? e o seu coração responde: - Parabéns, ser FONOAUDIÓLOGA é a maior prova de amor que você poderia dar a si mesma. #amo_ter_orgulho_de_ser_fono!!!
Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com

Adicionar comentário

Este é um espaço de diálogo e troca de conhecimentos que estimula a diversidade e a pluralidade de idéias e de pontos de vista. Não serão publicados comentários com xingamentos e ofensas ou que incitem a intolerância ou o crime. Os comentários devem ser pertinentes ao tema da matéria e aos debates que naturalmente surgirem. Mensagens que não atendam a essas normas serão deletadas.


Código de segurança
Atualizar

Últimos Comentários

top