******
Folha de Óbidos no TwitterFolha de Óbidos no Youtube
sem-pelo

Anuncio

haber

Livros

cornelio-livrocanto-livro

Enquete

Dom, 01 de Outubro de 2017 16:52

Aniversário da cidade de Óbidos

Escrito por Aristides Dias
Qualifique este item
(0 votos)
                                         edias-obi
                                         Foto: Podaliro Neto

A respeito da data de aniversário da Cidade Presépio, localizada no estreito do Rio-mar, uma vez que estamos no mês onde oficialmente é comemorado esse acontecimento, vou aqui discorrer com o salutar propósito de que possamos ver a Câmara Municipal de Óbidos retomar o tema e colocar os fatos históricos nos seus devidos lugares.


           A Lei nº 3.149 / DE 28 DE JULHO DE 1997, que dispõe sobre as datas de fundação de Óbidos, sua elevação às categorias de Vila e Cidade, assim enuncia:

Art. 1º Ficam reconhecidas, para todos os efeitos legais e históricos, as datas abaixo relacionadas e referentes à fundação de Óbidos e sua elevação às categorias de Vila e Cidade.

     I – Fundação de Óbidos (Aldeia dos Pauxis):

             02 de Outubro de 1697

     II – Elevação à categoria de Vila:

             25 de março de 1758

     III – Elevação à categoria de Cidade:

             02 de outubro de 1854

Parágrafo Único – O dia 02 de outubro, referente ao inciso I é uma data simbólica, que poderá eventualmente ser alterada com base em dados históricos definitivos.

Art. 2º - Para os mesmos efeitos são considerados agentes dos referidos eventos históricos os cidadãos:

I – ANTONIO DE ALBUQUERQUE COÊLHO DE CARVALHO

       Capitão – general português – Fundador de Óbidos

II – FRANCISCO XAVIER DE MENDONÇA FURTADO

       Capitão-general português, Governador do Pará (autor da elevação de Óbidos a categoria de Vila)

III – SEBASTIÃO DO REGO BARROS

       Presidente da Provincia do Pará

       Autor da elevação de Óbidos à categoria de Cidade.

Art. 3º As datas oficializadas por esta Lei serão solenemente comemorados pelo Município de Óbidos e definitivamente integradas ao seu calendário histórico como feriados municipais.

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>> 

                                                 JOSÉ MÁRIO DE SOUZA

                                                      Prefeito Municipal

 

           Ai está o teor da Lei que oficializa a data de fundação do município de Óbidos, e desta feita, podemos observar claramente, que a data de elevação a categoria de cidade foi considerada de forma simbólica, como data de fundação do município, pelo fato da municipalidade desconhecer alguma outra data que apontasse a da sua fundação. Prudentemente, no seu artigo primeiro, parágrafo único, tratou de se retratar com a possibilidade, no futuro, de ser alterada, com base em dados históricos.

           Conforme o Art. 2º da referida lei, o Capitão-general português, ANTONIO DE ALBUQUERQUE COÊLHO DE CARVALHO, naquela altura, governador do Estado do Grão Pará e Maranhão, foi considerado o seu fundador, mesmo a Lei não especifica pormenores do motivo.

           No entanto, hoje já sabemos da Carta que o Governador Coêlho de Carvalho enviou ao Rei Dom Pedro II, de Portugal, sugerindo que o Forte onde Manoel da Mota Siqueira iria construir no Ituqui, fosse construído na parte mais estreita do rio, onde uma peça de artilharia pudesse atingir a outra margem, próximo a foz do Rio Trombetas. A Carta foi escrita em 26 de julho de 1697.

           Ora, Santarém, por muitos anos festejou o seu aniversário em 24 de outubro, data da sua elevação a categoria de cidade, até o historiador-maestro Wilson Fonseca descobrir a data em que o padre João Felipe Bettendorff aportou na foz do Tapajós para iniciar a Missão dos Tupaius, em 22 de junho de 1661, daí os santarenos passaram a festejar a nova data.

           Aos obidenses de plantão, deixo meu ponto de vista, não tenho dúvida que a data de 26 de julho de 1697, data em que o Governador do Estado do Grão Pará e Maranhão envia a carta ao rei de Portugal, externando a sua vontade, para a construção do novo forte onde viria florescer a Sentinela da Amazônia, terra querida pelo poeta Ruy Barata e Eduardo Grandi, macondo do jornalista Ronaldo Brasiliense, deveria ser oficializada como o aniversário de fundação da cidade. Coincidentemente, data da festa da Padroeira Nossa Senhora Santana, evocada que foi por Mendonça Furtado, quando foi elevada à Categoria de Villa. Essa tarefa, no entanto, compete aos membros da Câmara Municipal de Óbidos, para o referido feito. Mãos a obra.

 

*Advogado, formação em Gestão Cultural, membro do Instituto Histórico e Geográfico do Tapajós, Colunista do Jornal de Santarém.

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com
Última modificação em Dom, 01 de Outubro de 2017 16:58

Aristides Dias

E-mail: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Adicionar comentário

Este é um espaço de diálogo e troca de conhecimentos que estimula a diversidade e a pluralidade de idéias e de pontos de vista. Não serão publicados comentários com xingamentos e ofensas ou que incitem a intolerância ou o crime. Os comentários devem ser pertinentes ao tema da matéria e aos debates que naturalmente surgirem. Mensagens que não atendam a essas normas serão deletadas.


Código de segurança
Atualizar

Últimos Comentários

top