******
Folha de Óbidos no TwitterFolha de Óbidos no Youtube
sem-pelo

Anuncio

capa-outubro-S

Livros

cornelio-livrocanto-livro

Enquete

Artigos

ENVIE SEU ARTIGO OU NOTÍCIA
Apenas os usuários cadastrados com e-mail validado podem enviar artigos.
Clique aqui para fazer o cadastro no site Folha de Óbidos. E participe!


:: DÚVIDAS: Veja aqui os Vídeos Tutoriais

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com



Qui, 16 de Março de 2017 12:37

NEPOTISMO E CORRUPÇÃO

Escrito por Célio Simões
Qualifique este item
(0 votos)
Eu era ainda um esforçado estudante do curso de Direito quando assisti uma palestra do ex-governador do Pará (que seria ministro do trabalho, da educação, da previdência social, da justiça e presidente do Senado Federal), coronel Jarbas Passarinho, quando ele fez uma interessante abordagem da origem, no Brasil, dessa verdadeira praga entranhada na administração pública que é o nepotismo, seja direto ou cruzado. Disse o famoso político que a mais remota lembrança que se tem dessa perniciosa prática remonta ao descobrimento, quando Pero Vaz de Caminha, em missiva ao rei de Portugal, não se constrangeu em pedir um cargo para o genro, que seria remunerado, naturalmente, pela contribuição compulsória dos nativos da nova colônia, vítimas futuras de escorchantes taxas e impostos ditados pela Coroa, que nos idos de 1789 desaguou na Inconfidência Mineira, um dos mais relevantes movimentos sociais da história do Brasil. Se conseguiu ou não a nomeação, o…
Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com


Sáb, 18 de Fevereiro de 2017 10:04

A COMIDA DA MAMÃE

Escrito por Haroldo Figueira
Qualifique este item
(0 votos)
Entre as lembranças que guardamos para a vida toda, a comida preparada pelas nossas mães ocupa lugar de destaque. Difícil não recordar daquela boia, geralmente simples, mas que, talvez pelo fato de ter sido produzida por pessoas que amamos muito, agregue diferencial afetivo ao valor gustativo ou, até, porque fomos criados aprendendo a saboreá-la, inscreveu-se de forma indelével em nossa memóriaTal opinião não é exclusivamente minha. Com efeito, quem já não ouviu narrativas de homens e mulheres que, após um período de ausência, ao retornarem ao lar de sua infância e juventude deleitaram-se não só com a oportunidade de matar as saudades dos seus genitores, mas também a de experimentar novamente as memoráveis comidinhas da mamãe, até mesmo as mais frugais como um feijão, uma sopa, um macarrão ou uma salada?Aliás, não preciso dar tratos à bola para convencer-me da consistência dessa tese. Meus filhos, por exemplo, quando a mãe…
Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com


Qui, 19 de Janeiro de 2017 09:16

O BLOCO DO LAGUNA AZUL

Escrito por Eduardo Dias
Qualifique este item
(0 votos)
                Era o ano de 1972, a cidade de Óbidos vivia as agruras do regime militar, já havia perdido o destacamento do Exército e o Colégio das Freiras, mas a cultura popular continuava efervescente, sobretudo no reduto do bairro da Prainha, na Ruy Barbosa e na Dr. Machado, onde imperava o Boi Pintadinho, garboso, ao comando do Floriano, o “dançarino do vento”, denominação carinhosa do compositor Wander de Andrade ao amo cantador de saudosa lembrança, mais conhecido por Florí.          Por essa época, existiu também a primeira tentativa de Escola de Samba, a “Portela”, tinha a liderança do Antônio, filho do Famoso Pé de Arpão. O bairro da Prainha sempre foi um caldeirão de personagens ligados á cultura popular, legado herdado nos dias atuais pelo Bloco Serra da Escama, que desponta toda sexta-feira de carnaval pelas ladeiras de Óbidos.          O Clube social ARP (Assembleia Recreativa Pauxis) vivia o auge…
Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com


Ter, 17 de Janeiro de 2017 10:26

AS ARIRAMBAS DO PINGO D’ÁGUA

Escrito por Haroldo Figueira
Qualifique este item
(0 votos)
Quando eu era criança, um dos meus passatempos favoritos consistia em vagabundear com os meus amigos pela orla que vai do Porto de Cima ao Geretepaua. Isso em época de vazante do Rio Amazonas, já que, em período de cheia, a caminhada se tornava impraticável. Insistir em fazer o percurso implicava passar por trechos alagados, arriscando-se a levar ferroadas de arraia, descargas elétricas de poraquês ou cair em peraus traiçoeiros. A meio caminho do trajeto fica o Pingo D’Água, um dos locais obidenses cuja imagem guardo carinhosamente. Para quem não é nativo ou ainda não visitou a cidade, refiro-me a uma escarpa íngreme, de tabatinga, que mede mais ou menos 20 metros e se ergue até as imediações do planalto onde se assenta o velho cemitério São João Batista. Faz parte das chamadas terras firmes, como é conhecida a faixa de território amazônico, não sujeita a inundações, que margeia pelo…
Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com


Qui, 12 de Janeiro de 2017 09:42

Obrigado Belém

Escrito por Aristides Dias
Qualifique este item
(0 votos)
                             Era janeiro de 1979 quando pisei definitivamente em solo belenense. Ainda adolescente, entrei numa aventura (sem querer), num regatão que saiu de Óbidos, minha cidade, até Belém. Na bagagem parte de alguns móveis da casa onde morava na minha querida Óbidos, pois era a viagem da mudança e até o cachorro “juba” me acompanhou. A partir de então minha rotinha seria outra, o futebol, bicicletas entre outras diversões de um adolescente do interior ficaram para trás e o porto seguro passou a se chamar Belém do Grão Pará. Sem conhecer a selva de pedra, aportei em um das dezenas de porto que tem a capital, peguei um taxi, com o cachorro de companhia, li o endereço que levava anotado num papel e com a companhia de Deus cheguei à Rua Padre Prudêncio 692, centro de Belém. Eu era o último que faltava, meus dez irmãos já estavam na capital…
Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com


Qua, 21 de Dezembro de 2016 18:05

BREVE REFLEXÃO SOBRE O NATAL

Escrito por Haroldo Figueira
Qualifique este item
(0 votos)
Chegou dezembro. Estamos, novamente, no período do Natal. Nessa época do ano, sentindo-se como que tocadas pela mística que cerca as celebrações do nascimento de Jesus, as pessoas abandonam momentamente os casulos individualistas em que se refugiam no restante do ano e deixam-se contagiar pelo louvável desejo de confraternizar.Um clima de congraçamento inspirado nas pregações de amor ao próximo legadas pelo ilustre aniversariante do mês toma conta da humanidade. De repente, quase todos, uns de modo mais contido e limitado, alguns com mais intensidade e abrangência, passam a prestar atenção no outro, a vê-lo com interesse e não com indiferença, a tratá-lo como semelhante e não como alguém estranho.É tempo de reunir a família, os amigos, os colegas; também de trocar presentes, cumprimentos, votos de paz e felicidade. É tempo de fazer valer a tradição das ceias com comidas típicas, das casas iluminadas e caprichosamente decoradas, das brincadeiras de amigo…
Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com


Sáb, 10 de Dezembro de 2016 10:51

Orgulho de ser fono!

Escrito por Kelliane Lopes
Qualifique este item
(1 vote)
Então um belo dia você acorda formada, saindo para trabalhar na profissão que você escolheu e a qual se dedica com devoção quase religiosa. No caminho de casa para o trabalho, dá bom dia a uma vizinha que cantarolando rega o jardim. Cumprimenta o jornaleiro que grita entusiasmado as notícias do dia enquanto se apressa entre os carros parados no sinal. Em frente à escolinha do bairro a algazarra das crianças ressoa aos ouvidos do mundo. Uma professora caminha alardeada pela calçada e avança pelo meio-fio com equilíbrio acrobático, quase circense. Na esquina, à varanda de uma casa ampla, em pura sintonia com correria da cidade, uma senhora de vestido floral devora uma fruta que não se revela tamanha a velocidade com a qual é deglutida. Toca no rádio uma canção antiga... e muitas vozes dispersas fazem coro ao artista que não imagina o quanto é imitado. Chegando ao local…
Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com


Qui, 01 de Dezembro de 2016 11:45

MUCUINS E JIQUITAIAS

Escrito por Haroldo Figueira
Qualifique este item
(0 votos)
Quem é do sexo masculino e nasceu no norte do país conheceu bem, quando criança, o efeito perturbador do ataque desse bichinho quase invisível que atende pelo nome de mucuim. Também não deve guardar lembranças agradáveis da jiquitaia, formiga minúscula, igualmente encontrada nas plagas amazônicas, com a ressalva de que, neste caso, suas recordações não se restringem apenas ao período da infância. O mucuim é uma espécie de ácaro vermelho, presente nos gramados e capinzais de um modo geral. Para enxergá-lo é preciso uma dose extra de esforço ocular. Isso porque, além de muito pequeno, a vermelhidão que deixa na parte do corpo onde se aloja ajuda a camuflá-lo. Quanto à jiquitaia, é possível visualizá-la a olho nu com um pouco mais de nitidez. Os dois agem sobre a epiderme de modos diferentes. O mucuim instala-se, principalmente, na área externa da bolsa testicular, grudando ali feito carrapato e desencadeando no…
Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com


Sex, 18 de Novembro de 2016 20:43

Feciminha em Óbidos

Escrito por Itamar Paulino
Qualifique este item
(0 votos)
Imagine um mergulho extasiante na cultura amazônida, entre banzeiros do imaginário e maresias do real. É essa a proposta de um dos festivais nacionais que vêm ganhando solidez a partir de uma pequena cidade no interior do oeste paraense. O Festival de Cultura, Identidade e Memória Amazônida de Óbidos, conhecido como FECIMA, está em sua quinta edição anual, com a proposta de debater a produção da Cultura, da Memória e da Identidade no Baixo Amazonas, sua relação com o que é produzido em nível regional, nacional e internacional quanto aos patrimônios materiais e imateriais brasileiros.Idealizado pelo Programa de Pesquisa e Extensão Cultura, Identidade e Memória na Amazônia, do Centro de Formação Interdisciplinar (CFI), da Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA) e realizado na terceira semana de novembro, o Festival abre espaço para que durante três dias os participantes arregacem suas mangas e partam para rodas de conversa, mesas-redondas literárias,…
Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com


Qua, 02 de Novembro de 2016 09:05

OS CACHORROS DO GERETEPAUA

Escrito por Haroldo Figueira
Qualifique este item
(0 votos)
Para quem não conhece Óbidos, Geretepaua é uma propriedade rural localizada à margem esquerda do Rio Amazonas, distante poucos quilômetros da cidade. Arriscaria presumir que, hoje, provavelmente já integre o seu perímetro urbano. O nome, de origem indígena, deriva de como é chamado o bonito e piscoso lago existente dentro dos limites territoriais da gleba.Pelo que fui informado, pertenceu à tradicional família Rego, que tinha como chefe o Sr. Félix Rego. Com os falecimentos do patriarca e de sua esposa, o domínio do imóvel, provavelmente, transferiu-se por herança para os muitos filhos do casal, dentre os quais Mário Ferreira do Rego, de quem passarei a falar de ora em diante.Mário era uma pessoa cativante, inteligente, espirituosa, articulada. Sua presença em qualquer roda de conversa tornava o encontro divertido, animado, regado a muito riso e descontração. Não apenas devido às suas incontestes aptidões como piadista da melhor qualidade. Revelava-se, também, um…
Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>
Página 2 de 21

Últimos Comentários

top