******
Folha de Óbidos no TwitterFolha de Óbidos no Youtube
sem-pelo

Anuncio

fazendario

Livros

cornelio-livrocanto-livro

Enquete

Artigos

ENVIE SEU ARTIGO OU NOTÍCIA
Apenas os usuários cadastrados com e-mail validado podem enviar artigos.
Clique aqui para fazer o cadastro no site Folha de Óbidos. E participe!


:: DÚVIDAS: Veja aqui os Vídeos Tutoriais

Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com



Sáb, 28 de Fevereiro de 2015 12:13

A CARTA

Escrito por Haroldo Figueira
Qualifique este item
(0 votos)
Só quem vivenciou a situação anterior pode perceber com mais nitidez quanta transformação, sobretudo a partir dos anos 1980, o desenvolvimento tecnológico operou na vida em sociedade. Hábitos mudaram, práticas laborais ganharam comodidade, rapidez e eficácia, o conhecimento tornou-se mais acessível, as relações econômicas globalizaram-se, a informação transita pelo mundo em tempo real, enfim, a era digital está aí e veio para ficar.A rigor, desconheço campo da atividade humana que, em menor ou maior escala, não tenha sido alcançado por essa onda modernizante. Escolhi, no entanto, uma área específica para tecer considerações a respeito, ela mesma, por sinal, objeto de significativos aperfeiçoamentos e inovações em termos operacionais. Refiro-me à da comunicação interpessoal.Inexistem, presentemente, distâncias ou barreiras temporais que não possam ser vencidas a partir do acionamento de um computador portátil ou de um smartphone conectados à internet. Com um simples dedilhar de teclas, interage-se com homens e mulheres de qualquer…
Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com


Qui, 26 de Fevereiro de 2015 17:00

A HIPOCRISIA NO BRASIL

Escrito por Nicias Ribeiro
Qualifique este item
(1 vote)
Em 1892, o Barão João Batista Drummond criou o famoso “jogo do bicho”, como formula de angariar fundos para manutenção do zoológico do Rio de Janeiro. Mas, foi a partir de 1894 que esse jogo se tornou uma mania do povo carioca e que, depois, se espalhou por todo País. Em 1944, foi construído um hotel-cassino na estrada Rio-Petrópolis, o famoso “Quitandinha”, próximo a Cidade de Petrópolis, cuja arquitetura, além de belíssima, era funcional e apropriada à prática de jogos de toda espécie. Todavia, em 1946, o então Presidente Dutra decretou a proibição do jogo no Brasil e acabou com o cassino do referido hotel, o que, por obvio, deve ter causado um enorme prejuízo ao seu proprietário, até porque, como é normal, o Governo não deve tê-lo indenizado pelo investimento realizado. A partir dai, a exploração de “jogos de azar” no Brasil passou a ser uma “contravenção penal”.É certo…
Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com


Qua, 04 de Fevereiro de 2015 10:16

MOROSIDADE QUE REVOLTA

Escrito por Nicias Ribeiro
Qualifique este item
(0 votos)
No artigo “Um Apagão Duplo”, de 28/01/2015, dissemos que o brasileiro talvez estivesse preparado para as dificuldades econômico-financeiras de 2015, mas, por certo, não estaria preparado para um apagão de abastecimento de água no Sudeste, marcantemente em S. Paulo, Rio e Minas Gerais, em razão da pouca ocorrência de chuvas na região, fato que levou ao esvaziamento dos reservatórios de acumulação de água, com enormes reflexos na geração de energia elétrica, uma vez que as hidrelétricas são forçadas a desligarem suas maquinas, obrigando o Operador Nacional do Sistema (ONS) a acionar todas as termoelétricas disponíveis, para complementar a geração de energia elétrica e suprir as necessidades do País. E como essas usinas são movidas a óleo diesel, geram uma energia cara, aumentando ainda mais a tarifa para o consumidor final, e, ainda corre o risco de apagões, principalmente no Sudeste, onde ocorre a maior carga de consumo e devido o…
Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com


Qui, 29 de Janeiro de 2015 14:27

UM APAGÃO DUPLO

Escrito por Nicias Ribeiro
Qualifique este item
(0 votos)
Imagino que o brasileiro preparou-se para enfrentar as dificuldades econômicas, de 2015, como inflação acima de 6,5%, juros elevados, desemprego em alta, divida publica chegando a R$ 3 trilhões, crescimento da economia negativo; além do aumento de impostos, da energia, da gasolina, do óleo diesel, do gás, etc. Mas, por certo, não se preparou para um apagão duplo, de água e luz, devido ao esvaziamento dos reservatórios de água de S. Paulo, Rio e de Minas, o que sem duvida preocupa bastante, uma vez que está faltando água, não só para gerar energia, mas, também, para uso das pessoas e à agropecuária. E eis um problema sério e de difícil solução, de vez que é provocado pela própria natureza, que, agora, resolveu reagir às agressões sofridas ao longo do tempo.A situação é grave! Dai a reunião dos Ministros do Meio Ambiente e das Minas e Energia com a Presidente Dilma,…
Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com


Qua, 28 de Janeiro de 2015 09:03

OS REGATÕES NA AMAZÔNIA

Escrito por Célio Simões
Qualifique este item
(0 votos)
 Uma das personagens que me ficaram na memória de menino nascido e criado no Baixo Amazonas talvez seja a mesma dos moradores de outras cidades ribeirinhas, palcos que foram da atuação dos mascates itinerantes que realizavam um tipo peculiar de comércio em embarcações de grande ou médio porte - os chamados de regatões. Visto no mais das vezes como reles espertalhão, o proprietário (ou “Regatão”) era alguém que tinha posse suficiente para ter um barco a motor, no qual percorria os rios e igarapés da Amazônia trocando alimentos, utensílios e outros gêneros por produtos naturais tirados da floresta, que atingiam alto valor nos mercados das grandes cidades. Fosse à base de venda ou escambo, o resultado era sempre o ganho, em elevado percentual de lucro – em seu favor, é claro – daí o conceito negativo que desfrutavam, pois não faziam negócios para perder. Um caso, para citar apenas um,…
Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com


Ter, 27 de Janeiro de 2015 10:10

O ATRASADOR DE VIAGENS

Escrito por Haroldo Figueira
Qualifique este item
(0 votos)
  O obidense da minha época revelava-se um pândego. Divertia-se em pilheriar com seus conterrâneos ou gente de seu círculo de relacionamentos. Nada, no entanto, que pudesse ser interpretado como deboche ridicularizante ou outro expediente de mau gosto destinado a causar constrangimentos ao outro. Na realidade, tratava-se mais de uma espécie de atividade lúdica, espontânea, na qual o gozador da vez haveria de transformar-se no gozado do futuro, cabendo-lhe, em ambas as situações, comportar-se com esportividade e bom humor. A brincadeira tinha muitas variantes, mas a que parecia agradar mais girava em torno de narrações total ou parcialmente falsas envolvendo a participação de moradores da cidade. Digo parcialmente porque, em essência, o suposto acontecimento poderia até ter algum fundo de verdade, mas era deliberadamente desvirtuado para ajustar-se à narrativa zombeteira do autor. Ao falar do assunto, não há como deixar de fazer remissão a um passado não tão distante, tempo…
Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com


Qua, 21 de Janeiro de 2015 09:16

UMA REFLEXÃO A MAIS

Escrito por Nicias Ribeiro
Qualifique este item
(0 votos)
A primeira quinzena de 2015 se foi. E no seu decorrer veio a público os indicadores econômicos de 2014, que, aliás, não foram nada bons, a começar pelo crescimento da nossa economia que foi praticamente zero. A dívida pública que, em 2002, era de R$ 600 bilhões, graças a União ter absorvido as dividas dos Estados Federados, chegou a mais de R$ 2,3 trilhões, equivalente a 63% do PIB (Produto Interno Bruto), que é tudo que a Nação produz. A inflação oficial foi de 6,48%, portanto acima do centro da meta, que é de 4,5%, fato que, aliás, se repetiu nos quatro anos do Governo Dilma. O superávit primário, que é aquele dinheiro reservado para pagar os juros da dívida pública, previsto na LDO e que deveria ser de 2%, foi de apenas 0,3% do PIB. Os juros do Banco Central chegaram a 11,75%, com reflexos na dívida pública e…
Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com


Seg, 19 de Janeiro de 2015 19:13

HORROR EM PARIS.

Escrito por Nicias Ribeiro
Qualifique este item
(0 votos)
Na quarta-feira passada, 07/01/2015, Paris ficou atônita, com sua população horrorizada ante um ataque terrorista, a um de seus jornais, que culminou com a morte de doze pessoas, entre jornalistas e servidores.            É certo que o mundo sempre viveu em guerras, desde o tempo dos faraós do antigo Egito. No passado, os monarcas guerreavam entre si buscando a conquista de novos territórios. Alexandre, “o Grande”, é um dos grandes exemplos daquele tempo. Mais modernamente, no século XX, os países guerreavam entre, si por razões das mais diversas, como na 1ª e 2ª grandes guerras mundiais, no Vietnam e outras. Mas, eram os países que guerreavam entre si, através dos seus exércitos. Diferentemente dos tempos atuais, quando a arte da guerra é praticada por pessoas, pessoas sem rosto, encapuçadas, que fazem a sua guerra particular, talvez sem nenhum sentido. Que matam pessoas que não tem nada a ver com os seus…
Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com


Qua, 24 de Dezembro de 2014 20:50

O Natal de Cristo

Escrito por Ana Paula Brasil
Qualifique este item
(0 votos)
 Mais um Natal vamos vivenciar, poderíamos celebra-lo todos os dias, fazendo com que Jesus nascesse sempre em nossas vidas, em nossas famílias, no mundo todo. Vamos solenizar esse dia com o coração coberto de paz, amor, luz só assim teremos um mundo melhor onde olharemos um pro outro e diremos: “Irmão, assim como Deus te ama, eu também te amo”. Jesus veio a esse mundo para salvar-nos, libertar-nos dos nossos pecados por isso entregou sua vida por você, por mim, por todos nós. Vamos refletir nesse dia “Qual o verdadeiro sentido do Natal?” Será que são as festas? Os presentes? Qual o verdadeiro sentido pra você?. Hoje, não diferente dos outros dias, vamos dobrar nossos joelhos e agradecer a Deus por ter nos enviado seu tão amado Filho. Vamos analisar nossas vidas e pensar se estamos dando o devido valor a Jesus por tudo o que Ele nos fez. Bom...…
Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com


Sáb, 06 de Dezembro de 2014 13:01

O DESEJADO OBJETO DE CONSUMO

Escrito por Haroldo Figueira
Qualifique este item
(0 votos)
Naqueles idos da década de 1950, beber uma Coca-Cola constituía-se no desejo mais imediato dos dois meninos obidenses. Alimentavam, obviamente, outros sonhos de consumo mais ambiciosos, dentre os quais o de adquirir uma bicicleta. Mas este se revelava de remota concretização em um tempo em que as famílias eram numerosas, as rendas modestas e o facilitário de aquisição praticamente inexistente. A atração pela bebida americana, cujo nível de popularidade no mundo inteiro mantém-se em alta há mais de meio século, vinha mais da curiosidade do novo do que do apelo publicitário que, embora sem o poder persuasivo que possui atualmente, sempre a acompanhou. É que à época não havia tanta tecnologia, sequer aparelhos de televisão. O principal meio de comunicação em atividade, o rádio, quase não a mencionava em suas chamadas comerciais. Propaganda mais elaborada, mesmo, só quando se folheava a revista “O Cruzeiro”, de circulação irregular na praça, acessível…
Joomla Templates and Joomla Extensions by JoomlaVision.Com
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>
Página 8 de 21

Últimos Comentários

top